quarta-feira, 8 de abril de 2009

Drama do grande amor

"Já é hora de assumir

Os sentimentos mais sinceros

Despir regras e vergonhas

Monotonias, jamais!"

Jota Quest

Tenho observado os dramas de mulheres que sonham em viver um grande amor. E eu confesso com todas as letras: Eu também nunca vivi um grande amor. E o pior (e tenho certeza que muitas de vocês vão concordar comigo, meninas), é quando a gente ama e não diz que ama. Ama, ama loucamente e não sabe se o outro te ama também. E isso dói viu, dói como arrancassem esse coraçãozinho indefeso da gente.

E aí a gente sofre mais, porque não diz o que sente, morre de medo de levar um tremendo pé na bunda, ou de sofrer tudo que a gente já sofreu um dia. E vive se auto-flagelando, visitando orkuts, blogs, twitters e afins procurando pistas. Procurando respostas (como quando a gente digita palavras-chave no Google e tem a certeza de que isso vai ser a solução dos seus problemas). Que leviandade!

Uma coisa eu aprendi: “sentimento é um trem muito doido”. E nós somos provas vivas disso. Nesses nossos dramas de amor mal-resolvido oscilamos entre ódio e amor tão rápido quanto uma montanha-russa. Montanha mesmo, de sentimentos, xingamentos, desejos, hormônios. Mas nos falta coragem. Coragem de assumir o que se sente, coragem de abrir o coração, coragem pra esquecer regras, medos, vergonhas inúteis. E aí a gente fica sonhando eternamente, imaginando o ‘como seria a nossa história’, imaginando como seria a vida com ele, como seriam os filhos, como seria a família, como seriam as viagens... Mas a vida não tem tempo pra conjugar todos os verbos em futuro do pretérito e a gente imaginar o que podia ser, mas não foi. O que podia acontecer, mas não aconteceu.

Então, meninas, coragem. Para enfrentar nossos receios mais íntimos, o nosso medo da rejeição e conjugar a vida e o amor no presente (perfeito, de preferência). 

PS: Esse texto é dedicado pra Lu, que como eu ainda não despiu suas regras e vergonhas. 

3 comentários:

Flávia disse...

Ah Lud A-D-O-R-E-I ooh texto...qm nunca passou por isso neeh?!
aaaaaaaaaah tbm quero um texto dedicado a mim!
kkkkkkkkkkkkk(ciumenta mesmo) mas num pode ser bronca disfarçada não viu?!hsaushauhs =P amo vc beijos

Luísa disse...

Lud!! Que lindo texto minha gata! Obrigada pela dedicatória =)é mt engraçado ler oq se sente hehehe da forma simples e sincera que vc escreveu deveriam ser os amores dessa vida... Mas enqto essa sinceridade n chega, a gnt continua vivendo nessa sanfona de emoções rsrs
TE AMOOOOOO!!! beijos ;)

Camila disse...

Cá estou..vendo o texto..e repetindo comigo mesma..sentimento eh um trem mto doido..sahushauhsa..Passei por uma montanha russa a pouco tempo..mas agora to boa..Tô feliz..e pronta pra nao desistir de amar e encontrar meu amor eterno,meu amor verdadeiro..E taí outra nova blogueira..q fala com meu coraçao..Te Amo Amiga *.* !!! Volta pra BH..faz falta por dmais..(chorei)..Beijoos Mil =***